Brasília, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020

Poder e Saúde

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Página Inicial Amenidades Frente parlamentar discute os desafios para a inclusão das pessoas com deficiência no Brasil

Frente parlamentar discute os desafios para a inclusão das pessoas com deficiência no Brasil

E-mail Imprimir PDF

Frente parlamentar discute os desafios para a inclusão das pessoas com deficiência no Brasil.

Debates marcam a semana em que se comemoram o dia de Luta da Pessoa com Deficiência (21) e do Surdo (26)

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência realiza, de hoje até a próxima quinta-feira (24),  a primeira jornada ampliada para discutir os desafios para a garantia da inclusão e cidadania dessa população, que hoje são mais de 46 milhões de pessoas.

O evento ocorre na semana em que se comemoram o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência (21) e o Dia Nacional do Surdo (26).

O colegiado fez um levantamento das proposições em tramitação na Câmara dos Deputados e do Senado Federal e, no dia 21, vai discutir com os presidentes das duas Casas, respectivamente, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, um encaminhamento para dar celeridade aos projetos mais importantes para a garantia dos direitos dessa parcela da população brasileira.

Hoje, a partir das 14 horas, acontece uma reunião ampliada com entidades e representantes de movimentos das pessoas com deficiência, de forma virtual. O objetivo apresentar caminhos, os novos desafios para as pessoas com deficiência e avaliar se houve retrocessos nas políticas públicas para essas pessoas.

Agenda
Na próxima semana, ativistas, atletas paralímpicos, influenciadores digitais, todos com deficiência, vão falar sobre as lutas e vivências das pessoas com deficiência no Brasil. Esse encontro vai acontecer nos dias 22, 23 e 24, sempre às 20h30.

Também no dia 24, a Frente Parlamentar do Congresso Nacional em Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência vai debater a campanha “Legenda para quem não ouve, mas se emociona".

A intenção é defender a inclusão da tradução de Libras na TV Senado, a exemplo do que a TV Câmara já faz há mais de 10 anos.

Fonte: Agência Câmara de Notícias