Brasília, Domingo, 18 de Agosto de 2019

Poder e Saúde

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Comissões CDC - Defesa do Consumidor debate qualidade e eficiência de remédios genéricos

CDC - Defesa do Consumidor debate qualidade e eficiência de remédios genéricos

E-mail Imprimir PDF

Defesa do Consumidor debate qualidade e eficiência de remédios genéricos

Defesa do Consumidor debate qualidade e eficiência de remédios genéricos.

A Comissão de Defesa do Consumidor debate nesta terça-feira (21) a qualidade e eficácia dos medicamentos genéricos em face dos medicamentos de referência. O debate foi proposto pelo deputado Sérgio Brito (PSD-BA).

Ele explica ter ficado preocupado com as frequentes denúncias de profissionais de saúde e de consumidores de que a eficácia do medicamento genérico é limitada.

“Alguns desses profissionais, inclusive médicos do SUS e de hospitais que tratam doenças graves como câncer e pacientes internados em UTIs relatam que tiveram de substituir os genéricos no meio do tratamento por não terem os efeitos esperados para os princípios ativos”, afirma. 
Com o debate, o parlamentar pretende tomar conhecimento de ações que a Anvisa tem tomado para verificar se a qualidade dos medicamentos, genéricos ou não, vendidos no País é condizente com seu padrão de identidade e qualidade, bem como com a legislação específica.

Foram convidados, entre outros:
- o secretário de Controle Externo da Saúde do Tribunal de Contas da União, Carlos Augusto de Melo Ferraz; 
- o gerente geral da Gerência-Geral de Inspeção e Fiscalização Sanitária da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Ronaldo Lucio Ponciano Gomes; 
- a conselheira federal do Conselho Federal de Medicina, Rosylane Nascimento das Mercês Rocha; 
- a vice-diretora de Vigilância Sanitária do Instituto Nacional de Controle e Qualidade em Saúde, Célia Maria Carvalho Pereira Araújo Romão; e 
- o presidente executiva da Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos - Pró Genéricos, Telma Salles.

A reunião será realizada às 14 horas, no plenário 8.

O debate será interativo