Brasília, Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2020

Poder e Saúde

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Comissões Projeto desobriga uso de máscara durante pandemia por crianças de até 12 anos

Projeto desobriga uso de máscara durante pandemia por crianças de até 12 anos

E-mail Imprimir PDF

Projeto desobriga uso de máscara durante pandemia por crianças de até 12 anos

Projeto desobriga uso de máscara durante pandemia por crianças de até 12 anos.

O Projeto de Lei 4647/20 desobriga o uso de máscara facial por crianças de até 12 anos incompletos no período da pandemia do novo coronavírus, desde que estejam ao livre ou praticando atividades físicas e que sigam as regras de distanciamento mínimo de segurança.

Pelo texto em análise na Câmara dos Deputados, a máscara continuará sendo obrigatória para criança infectada ou com suspeita de estar contaminada com a Covid-19 durante o período de transmissão.

Segundo a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), autora da proposta, a ideia é resguardar crianças e adolescentes de eventuais “óbices que o uso de máscaras venha a causar para a saúde, uma vez que os efeitos causados pelas práticas adotadas em busca da prevenção para o contato com o coronavírus ainda são desconhecidos”.

Para ela, a medida pode “viabilizar travessia menos traumática neste momento de pandemia, principalmente pelas crianças, que já estão sofrendo com o isolamento social e ainda estão sendo obrigadas a utilizarem um adorno e viverem sob uma máscara”.

Recomendações da OMS
A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que o uso da máscara entre crianças de 12 anos e mais velhas se realize nas mesmas condições que nos adultos. Entre crianças de 6 a 11 anos, segundo a organização, o uso depende de uma série de fatores, como níveis de transmissão do vírus na região onde viva ou capacidade de usá-la de forma correta e segura. Já as crianças com menos de 5 anos não deveriam usá-las, conforme a entidade.

A OMS orienta as pessoas a não usarem máscaras durante a realização de exercícios físicos, argumentando que o equipamento pode causar desconforto na hora de respirar. No entanto, esclarece que o uso de máscaras não causa deficiência de oxigênio ou intoxicação por gás carbônico.

Fonte: Agência Câmara de Notícias