Brasília, Segunda-Feira, 25 de Maio de 2020

Poder e Saúde

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Comissões Projeto obriga Ministério da Saúde a divulgar lista de leitos disponíveis para Covid-19

Projeto obriga Ministério da Saúde a divulgar lista de leitos disponíveis para Covid-19

E-mail Imprimir PDF

Projeto obriga Ministério da Saúde a divulgar lista de leitos disponíveis para Covid-19

Projeto obriga Ministério da Saúde a divulgar lista de leitos disponíveis para Covid-19.

Atualmente, já está disponível no site do Ministério da Saúde o Painel de Leitos e Insumos, que algumas das informações previstas no projeto

O Projeto de Lei 2181/20 obriga o Ministério da Saúde a publicar, no site oficial que mantém na internet, uma lista com informações de fácil entendimento sobre a quantidade de leitos existentes no Sistema Único de Saúde (SUS) para o tratamento da Covid-19. Segundo o texto, que está em análise na Câmara dos Deputados, a lista deverá ser atualizada em tempo real com informações do DataSus – base de dados do SUS.

De acordo com o projeto, deverão ser mostradas as seguintes informações: cidade; estado; número total de leitos disponíveis; quantidade de leitos para internação; quantidade de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI); ocupação;  e leitos disponíveis. Atualmente, já está disponível no site do Ministério da Saúde o Painel de Leitos e Insumos, que traz algumas das informações previstas no projeto.

Autor do projeto, o deputado Miguel Lombardi (PL-SP) afirma que o aumento do número de casos do novo coronavírus – agente causador da Covid-19 – fez crescer a busca por leitos em todos as regiões do País. Para Lombardi, é fundamental que a população acompanhe de perto as medidas de contenção que vem sendo adotadas e que a Administração Pública preste contas do que está sendo feito.

“Muitas cidades e alguns estados têm construído hospitais de campanha para ampliar a rede de atendimento, e é de extrema relevância que a população saiba exatamente qual a situação de seu município, da sua região”, finaliza.

Fonte: Agência Câmara de Notícias